De quem sou companheiro?

Hoje é dia 28, portanto dia de Provérbios no capítulo 28.

Ressaltaremos o versículo 7:    (Versão Almeida Revista e Corrigida)

"O que guarda a lei é filho sábio, mas o companheiro dos desregrados envergonha a seu pai."

Interessante a palavra "desregrados" usada nesta versão. Ela nos remete à idéia daqueles que não seguem regras ou não que obedecem às leis e às normas, e neste caso, aos fundamentos da Palavra de Deus.
Como o pecado é toda desobediência à palavra e aos mandamentos de Deus, podemos entender que os desregrados são os pecadores, aqueles que vivem na prática do pecado, mantendo-se no mesmo erro (iniquidade), sem arrependimento ou mudança de atitude.

Outra palavra que se destaca no versículo é “companheiro”. Companheiro é alguém que acompanha outra pessoa em alguma situação. É aquele que participa da vida ou das ocupações de outrem, como registra o Dicionário On-Line.

Quem acompanha alguém caminha junto dele pelas veredas que se anda.

Caminhar com alguém é seguir junto uma jornada, é partilhar pelo caminho, é algo longo, envolvente, íntimo e duradouro. Caminhar com seu companheiro é ter com ele comunhão e participação.

Se alguém é companheiro de um desregrado (pecador) está envolvido com ele, e mesmo que não queira, acaba participando de sua maneira de viver e de seu comportamento. Se envolver com um desregrado é se introduzir na roda de escarnecedores e se deter no caminho dos pecadores, conforme registra Salmos 1:1. Este versículo de Salmos diz que bem aventurado (feliz) é aquele que não procede desta forma, ou seja, não é companheiro de pecadores (desregrados). Assim, consequentemente, é infeliz e sofredor todos que se envolvem com os pecadores.

Então fica claro que a felicidade e a paz estão em obedecermos a Deus e sermos companheiros de seus filhos (discípulos). Podemos andar por onde andam os pecadores, mas com o objetivo único de cumprir o chamado de Jesus para declarar aos pecadores tudo sobre o Reino de Deus. Vemos o exemplo de Jesus que caminhava intimamente com seus discípulos, mas andava no meio dos pecadores sem se envolver com eles. Jesus era companheiro de seus discípulos, tinha com eles relacionamento e profundo envolvimento, lhes ensinando tudo sobre o Reino de Deus, partilhando o pão, orando e seguindo a jornada.

Com os pecadores Jesus “NÃO TINHA” relacionamento e nem intimidade, somente andava no meio deles com o firme propósito de pregar e proclamar as boas novas (notícias, evangelho) do Reino de Deus.

Porém quando o pecador compreendia a mensagem do evangelho de Jesus e se convertia ao Reino de Deus Pai, abandonando a prática do pecado e assumindo nova vida junto de Jesus, aí passava a ser discípulo Dele e a ter um relacionamento com Ele, exatamente como hoje é.

O companheiro dos pecadores (desregrados) é infeliz e seu prazer não está na lei do Senhor, veja Salmos 1: 1 e 2. Na companhia de desregrados corre-se sérios riscos, pois aquilo que se planta se colhe e não podemos servir a dois senhores. Ou caminhamos com Jesus e seus discípulos, ou caminhamos com o diabo e seus seguidores (pecadores, ímpios, escarnecedores e desregrados), não existe um meio termo.

Um comentário:

  1. Pura e grande verdade !!! Sinto-me feliz por procurar estar sempre no caminho da verdade com Jesus.

    ResponderExcluir