Libertação ou cura interior?

Outro dia, uma irmã, sabendo que tenho muitos anos de ministério de libertação e cura interior, me perguntou: - Irmão, o que devo fazer primeiro, libertação ou cura interior?

Disse eu: - Nem um, nem outro! O que você deve fazer em primeiro lugar é ter um relacionamento íntimo com Deus. Libertação e cura interior são, na verdade, um pronto socorro espiritual, uma ajuda, uma saída de emergência para aquele que não consegue tomar posse do que é seu como despenseiro da graça de Deus. Tudo que era preciso ser feito, Jesus Cristo nosso Senhor já fez!

A obra realizada por Jesus na cruz do calvário é completa! Jesus já conquistou tanto a libertação, quanto a cura interio,r para todos aqueles que têm fé em Deus e receberam a Cristo como Senhor e suficiente Salvador de sua vida. Quando Jesus se torna o Senhor da vida de uma pessoa, esta se torna dispenseira da graça de Deus e passa a ter livre acesso à dispensa do Pai, ou seja, passa a ter o direito de acessar todos os bens e bençãos disponíveis em seu reino. Com ousadia, fé e no nome de Jesus, todo filho de Deus pode tomar posse de tudo queprecisar no reino de Jesus, inclusive libertação e cura interior.

O filho de Deus que tem um relacionamento íntimo com o Pai, sabe e conhece todos os seus direitos como dispenseiro de Deus, pois vive em oração, estuda a Palavra de Deus, anda em espírito, sob a direção e governo do Espírito Santo, tendo assim um relacionamento próximo, íntimo e completo com Deus. Desta forma, este filho de Deus, sabe se libertar de tudo que não pertence ao reino de Deus, como pecado, mentira, engano, maldições, palavras de maldição, opressão ou possessão demoníaca, perturbação espiritual, entre outros males que proventura estejam perturbando sua vida.

O filho de Deus que tem um relacionamento íntimo com o Pai, sabe tomar posse de sua cura interior, liberando perdão, arrancando toda raiz de amargura, libertando-se de todos traumas do passado ou do presente, ligando as feridas sentimentais, amando ao próximo e compreendendo as coisas da alma como é preciso, aprendendo controle, domínio próprio, perdão, mansidão, compaixão, compreensão e por aí vai.

O filho de Deus que tem intimidade com Deus e anda em espírito, sabe tomar posse de sua libertação, sem obrigatoriamente precisar de intervenção humana. Aquele que anda intimamente com Deus sabe que precisa somente da intervenção, interferência, ajuda e ação do poder, das mãos e do favor de Deus, pois tudo que é necessário, já foi feito por Jesus, tudo está pronto, tudo está CONSUMADO!

É lógico que a Bíblia manda orarmos uns pelos outros, orarmos pelos enfermos, impormos nossas mãos santas, interceder, ajudar, levar as cargas uns dos outros e por aí vai!

Mas aqui estamos tratando de casos específicos de pessoas que ficam neurotizadas e preocupadas quanto a obrigatoriedade de passar por processos de libertação ou cura interior. Estes processos existem, algumas vezes são necessários e as vezes são realmente a única saída para algumas pessoas. Mas na maioria dos casos, se o filho de Deus se posicionar, tomar posse de seus direitos como dispenseiro do Pai, ter fé e confiança no poder do Nome e do Sangue de Jesus, ele pode conquistar toda sua libertação e cura interior por si próprio, através do poder de Deus e do nome de Jesus.

Mas quando uma pessoa está gravemente doente e possuída por problemas de alma, dos sentimentos, cheia de amargura e ódios, carregada de traumas e dores, cega da sede de vingança, não consegue perdoar e exercer amor, está carregada de opressão demoníaca, está doente fisicamente com gravidade, aí não tem outro jeito, além de ser ministrada por um intercessor que trabalha no ministério de libertação e cura interior. Este intercessor ajudará ao doente a receber o que ele tem direito como filho de Deus, que é sua cura e sua libertação.

Mas com minha experiência de 17 anos trabalhando com libertação, posso afirmar que somente 10% dos casos precisam de intervenção de um ministro de libertação para prestar socorro. Os outros 90% dos casos, o próprio filho de Deus conseguirá através de suas orações, jejuns, louvores, adoração, santificação e intimidade com Deus, tomar para si a posse de sua cura e de sua libertação.

Basta ter fé e se santificar andando intimamente com Deus, pois aí o Espírito Santo tudo ensinará, ajudará e capacitará ao que crê e espera em Deus.

2 comentários:

  1. Gostei deste post.
    Traz à ideia do versículo que diz: resisti ao Diabo e ele fugirá de vós.
    Oração e jejum e vida na presença de Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em primeiro agradeço seu comentário providencial e carregado de verdade. De fato, o caminho é o que você comentou sabiamente. Muito obrigado e apareça sempre que quiser e puder. Deus lhe abençoe continuamente.

      Excluir